sexta-feira, setembro 06, 2013

As aventuras do Kon Tiki, de Joachim Ronning e Espen Sandberg ***


Os diretores noruegueses Joachim Ronning e Espen Sandberg obtém uma síntese narrativa bastante eficiente em “As aventuras de Kon Tiki” (2012). Tendo por base uma história real, o filme combina de forma harmoniosa drama histórico, aventura e uma densidade psicológica aguçada tanto nas situações do roteiro quanto na caracterização dos personagens. As paisagens exóticas são bem valorizadas pela competente direção de fotografia, assim como a direção de arte revela esmero na reconstituição de época. Mas a efetiva força criativa do filme está em algumas sequências de ação empolgantes, principalmente naquelas envolvendo tempestades marítimas e nos enfrentamentos alucinados contra tubarões. E o filme não se prende nas soluções fáceis do tipo lições de vida e superação. O que fica mais evidente é um caráter obsessivo, beirando o doentio, nas atitudes dos personagens – tanto pode ser a vontade de provar alguma teoria científica obscura quanto o simples desejo quase suicida de desafiar a natureza e a morte. As figuras do filme parecem se mover mais por desejos atávicos do que por algum impulso de moralidade. E isso acaba sendo mais assustador e inquietante que os perigos enfrentados por eles no mar aberto.

Um comentário:

Marcelo C,M disse...

Infelizmente perdi a chance de ver esse filme no cinema.